Por: Klever Kolberg ligado: janeiro 15, 2011 Em: Rally Dakar Comentários: 0

Coma nas motos, Nasser/Tino nos carros, Chagin/ Savostin /Shaysultanov nos caminhões

Marc Coma - Divulgação - Dakar DPPI

A última e 13ª especial do Dakar 2011 Argentina Chile aconteceu neste sábado, dia 15/01. Nas motos o espanhol Marc Coma, com KTM chegou à sua terceira vitória na história do no Dakar. Líder da prova desde a 4ª etapa, Coma largou com 16 minutos de vantagem sobre o francês Cyril Despres (KTM) e manteve o controle. A etapa relativamente curta, 181 km dos totais 826 que trouxeram os competidores de Córdoba para Buenos Aires, acabou se transformando num pesadelo para o chileno Francisco “Chaleco” Lopez (Aprilia 450), que também havia acabado terceiro no ano passado. Ele perdeu o terceiro lugar no pódio desta edição para o português Helder Rodrigues (Yamaha 450) devido a quebra do amortecedor traseiro de sua moto no km 159, ou seja, apenas 22 km do fim. Para Rodrigues, que terminou em quarto no ano passado, é um sonho tornado realidade.

O brasileiro Jean Azevedo terminou na 7ª. colocação com uma KTM 690.

Nos carros não havia muito suspense. A dupla formada pelo piloto do Qatar Nasser Al Attiyah e o alemão Timo Gottschalk, com um protótipo Volkswagen Race Touareg 3 chegou a sua primeira vitória. Eles partiram para esta 14ª etapa com mais de 48 minutos de vantagem sobre seus companheiros de equipe, o sul-africano Giniel de Villiers e o alemão Dirk von Zitzewitz. Os espanhóis Carlos Sainz/ Lucas Cruz, também da equipe azul, completaram o pódio.

Timo Gottschalk, Kris Nissen e Nasser Al-Attiyah - Divulgação - Dakar DPPI

A prova começou com três carros lutando lado a lado pela vitória. Inicialmente Carlos Sainz/ Lucas Cruz assumiram o comando da prova, mas nunca se distanciaram de Nasser Al Attiyah/ Timo Gottschalk e do BMW X3 dos franceses Stéphane Peterhansel/ Jean-Paul Cottret. No início da segunda parte da prova, muitos pneus furados e um superaquecimento no motor afastaram os franceses da disputa direta pela vitória. Os dois Volkswagen então repetiram o duelo travado em 2010, quando Sainz/ Cruz levaram a melhor por apenas 2 minutos. Os dois carros andavam acima do limite que acabou provocando pequenos erros e uma quebra da suspensão dianteira direita do Touareg de Sainz/ Cruz. Nasser/ Timo conseguiram controlar os nervos e venceram com uma vantagem maiúscula de 48 minutos sobre Giniel De Villiers/ Dirk von Zitzewitz, vencedores de 2009. Ao espanhol restou o consolo de vencer a última especial, a 7ª ganha no Dakar 2011. Isto o leva a um total impressionante de 24 vitórias em etapas na história do Dakar, uma a mais que o francês Stéphane Peterhansel na categoria carros.

A dupla brasileira Guilherme Spinelli/ Youssef Haddad, com Lancer, ficou com a 9ª colocação. Marlon Koerich / Emerson Cavassin com Pajero ficaram com a 14ª colocação.

Vladimir Chagin/ Sergey Savostin/ Ildar Shaysultanov - Divulgação - Dakar DPPI

Na categoria caminhões também não havia dúvida que os caminhões Kamaz venceriam. Seus principais adversários não completaram a prova. O Iveco de De Roy abandonou ao final da primeira especial e o Tatra de Loprais chegou a vencer duas especiais, mas também não cruzou a linha final. Então a disputa ficou em casa, entre os trios Vladimir Chagin/ Sergey Savostin/ Ildar Shaysultanov e Firdaus Kabirov/ Aydar Belyaev/ Andrey Mokeev, que se alternaram na liderança. Chagin e Kabirov já haviam vencido a prova, mas no final Chagin chegou a seu sétimo título.

O pódio da categoria quadriciclos ficou para o argentino Alejandro Patronelli, irmão mais velho do vencedor de 2010, Marcos Patronelli. Alejandro administrou inteligentemente a corrida.

Esta foi a 33ª edição do Rally Dakar, a terceira na América do Sul. A largada foi no dia 01/01 em Buenos Aires, com 407 veículos (170 motos, 30 quadriciclos, 140 autos e 67 caminhões) para um percurso de quase 9.500 km. Apenas 94 motos, 12 quadriciclos, 50 carros e 41 caminhões completaram o percurso da prova.

Neste domingo todos devem subir ao pódio final.

Trackback URL: http://www.palestramotivacional.com/rally-dakar-2011-os-campeoes/trackback/

Deixe um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *