Por: Klever Kolberg ligado: agosto 09, 2011 Em: Sem categoria Comentários: 0
Piloto do Valtra Dakar Eco Team ficou sem comunicação com seu navegador e se viu obrigado a abrir mão da agressividade. Mesmo assim, classificou-se em quinto lugar entre os oito pilotos que passaram ao super prime

Para Klever Kolberg, o prólogo do Rally dos Sertões, realizado na manhã desta terça-feira (9) no Autódromo Internacional de Goiânia, foi um verdadeiro desafio para os sentidos. Primeiro pelo tempo seco e a ausência de ventos, que fez a poeira ser alta, densa e constante na região do autódromo, e também pela falha do rádio com o qual Klever e seu navegador Flávio Marinho de França se comunicam dentro do carro, o que deixou a dupla “surda”. O equipamento se faz necessário devido ao barulho dentro do habitáculo (cockpit).

Klever Kolberg e Flavio França no prólogo - Rally dos Sertões 2011 - Foto: Gabriel Barbosa/Fotoarena

Mesmo assim, o bicampeão do Sertões ficou em quinto lugar e se classificou para o super prime, que será realizado esta noite na arena montada em frente ao Shopping Flamboyant, na capital goiana, a partir das 19h30. Os oito se enfrentam em cruzamentos (1º x 8º, 2º x 7º, e assim por diante) até a definição do “pole position” para a primeira etapa do rali. Jean Azevedo e Emerson Cavassin foram os mais rápidos do prólogo, anotando 2min08s71.

Klever, no entanto, ficou animado com o desempenho do Protom by Etanol desenvolvido pela ProMacchina especialmente para o Valtra Dakar Eco Team. “O carro se portou muito bem, estava ótimo”, apontou. “Só tivemos o problema com o rádio, já que com o barulho que faz ali dentro nós não conseguimos ouvir um ao outro, então foram pouco mais de dois minutos de ‘surdez’. Além disso, teve também a densidade da poeira, que foi bem complicado. Havíamos feito o reconhecimento do traçado antes, a pé, então eu contava um pouco com a memória e um pouco com a mímica do Flavinho em apontar para que lado e a que velocidade eu deveria ir”, explicou.

O piloto, incentivador e primeiro campeão da categoria de protótipos a etanol no Sertões, afirma estar ansioso pelo super prime. “Teremos a tarde para descansar um pouco e apenas limpar o carro, que tem de estar brilhando. Mal posso esperar pelo super prime e ver as arquibancadas lotadas. É engraçado, mas mesmo com o barulho dentro do carro, você consegue ouvir o público torcendo e a vibração que vem das arquibancadas. É aquele sentimento que faz você perceber que vai começar mais um Rally dos Sertões”, afirmou.

O super prime começa às 19h30.

Confira os oito melhores do prólogo:

1- Jean Azevedo/Emerson Cavassin – 2min08s71
2- Cristian Baumgart/Beco Andreotti – 2min09s93
3- Riamburgo Ximenes/Stanger Eler – 2min10s93
4- Reinaldo Varela/Eduardo Bampi – 2min12s32
5-  Klever Kolberg/Flávio Marinho de França – 2min12s98
6- João Franciosi/Rafael Capoani – 2min12s93
7- Maurício Bortolanza/Gustavo Bortolanza – 2min14s78
8- Marcos Baumgart/Kleber Cincea – 2min15s08

O Valtra Dakar Eco Team é patrocinado pela Valtra, e apoiado por Borrachas Vipal, Banco Fator, Veolia Water, Artfix, Sparco, Dakar Inovação, Arycom e Unica.

Trackback URL: http://www.palestramotivacional.com/sertoes-conservador-klever-passa-ao-super-prime/trackback/

Deixe um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *