Por: Klever Kolberg ligado: julho 25, 2013 Em: Jobs, Rally dos Sertões Comentários: 0

O prólogo que abre oficialmente a edição de 2013 do Rally dos Sertões marcará um reencontro de Klever Kolberg com o carro de rali. Considerado pioneiro no off-road brasileiro, Kolberg completa neste ano uma ausência das competições iniciada em 2011, quando fez sua última participação no maior evento fora-de-estrada do País.

Piloto leva para o off-road o condicionamento desenvolvido em simuladores - (Divulgação - Cleber Bernuci)

A bordo do protótipo T-Rex com motor MWM MaxxForce 3.0HS Turbo Diesel Intercooler, um quatro cilindros que foi preparado pela equipe Mobil MEM Motorsport para desenvolver 240 cavalos de potência, Klever voltou ao esporte com estilo e também com a marca do pioneirismo que lhe é característica: desta vez, utilizará um combustível diesel feito da cana de açúcar. Seu companheiro nesta jornada será o navegador Flavio França.

Porém, como se preparar para um evento como o Sertões? “Por incrível que pareça, nestes dois anos conseguir me manter em forma e até melhorar em alguns aspectos”, diz ele. “Às vezes é bom você se afastar um pouco para criar um novo approach na sua atividade profissional”, diz o piloto. Como prova disso, Klever usou de um artifício incomum, que é empregado mais em campeonatos como a Fórmula 1: o simulador. Com uma versão baseada no Campeonato Mundial de Rali e um conjunto de pedal e volante G27 – um dos melhores do mundo -, além de um cockpit especial, Kolberg manteve a mente e os reflexos condicionados. “É lugar comum dizer como estes jogos atuais são bastante reais, mas a verdade é que você realmente tira lições dali. Um ponto importante na pilotagem é o condicionamento dos reflexos e o poder de concentração, e esses dois elementos são muito exigidos nestes softwares de realidade virtual. Há uma variedade de tipos de piso e o comportamento do carro e, com o auxílio do cockpit e do volante e pedaleira, fazem você se sentir imerso em uma corrida de verdade”, conta ele.

Outro aspecto que foi intensificado foi a preparação física. “Neste período eu me dediquei bastante ao aprimoramento da minha condição física, sempre visando suportar melhor as exigências do rali. Em certos trechos da corrida ficamos quase oito horas dentro do carro, às vezes mais ou menos”, destaca.

Outra vantagem foi simplesmente reciclar a forma de pensar o esporte: “Qualquer um que tira uma boas férias sabe o que quero dizer”, diz ele. “Claro que não passei este tempo de férias, trabalhei bastante, como sempre, mas o tempo longe das provas me ajudou a criar novas formas de encarar os velhos problemas do off-road. Então, em vários sentidos, acho que voltei melhor e mais preparado. E é isso o que quero provar nos próximos dias de Rally dos Sertões”.

Na realização do projeto do carro com diesel de cana-de-açucar, Klever e a equipe contam com o apoio da Mobil, Amyris Brasil, Dakar – Inovação e Empreendedorismo, Artfix, Sparco, MWM, Borg Warner e Unica.

Sobre Klever Kolberg: Engenheiro, palestrante e piloto. Este ano comemora 28 anos de competições off-road. Pioneiro brasileiro no Rally Dakar, onde já representou o Brasil por 23 vezes. Klever começou no Dakar competindo de moto, entre 1988 e 1996, sagrando-se campeão da categoria Motos Maratona em 1993, ano em que foi o quinto colocado no geral. A partir de 1997 passou a disputar o Dakar entre os carros, obtendo o título vice-campeão na categoria Carros Maratona em 1999 e 2000 e na categoria Carros Diesel em 2002. Também é pioneiro e criador no Dakar da categoria Experimental para combustíveis limpos, onde em 2010 foi o primeiro a utilizar Etanol de Cana de Açúcar como combustível. Na maior prova off-road do país, o Rally dos Sertões, Klever é bicampeão da categoria carros e bicampeão da categoria Pro Etanol (2010 e 2011).

Sobre Flavio Marinho de França: Cirurgião-dentista e navegador, começou competindo com motos em 1992, nas modalidades de Enduro de Regularidade e Rally Cross-Country. Em 1995 passou a competir também com carros como navegador em provas de Rally de Regularidade e Rally Cross-Country. Em 2009 passou a competir também em rallys náuticos com barcos. Flavinho, como é mais conhecido, participa do Rally dos Sertões desde 2003 quando foi campeão na categoria Production Gasolina ao lado de Paulo Buda. No Sertões 2005 foi campeão na categoria Super-Production Diesel ao lado de Riamburgo Ximenes, em 2010 e 2011 foi bicampeão da categoria Pro Etanol ao lado de Klever Kolberg. Flavio é Bicampeão do Rally Cerapió (2006 e 2007), Campeão do Rally RN 1500 em 2003, Tricampeão Brasileiro de Rally de Regularidade (2003, 2004 e 2006) e desde 2008 é organizador de provas de Rally de Regularidade no RN.

Trackback URL: http://www.palestramotivacional.com/sertoes-mens-sana-in-corpore-sano/trackback/

Deixe um Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *